Newoxygen

Imagem que representa o timeboxing, que mostra um relógio a cair para dentro de uma caixa

Lei de Parkinson e Timeboxing: As duas chaves da produtividade

Partilhe este artigo:
Início / Blog / Lei de Parkinson e Timeboxing: As duas chaves da produtividade

Olá! Conheça duas das mais potentes ferramentas/estratégias de gestão de tempo e de produtividade, a Lei de Parkinson e o Timeboxing.

Estas são duas estratégias que, quando bem usadas, transformam qualquer humilde lista de tarefas em trabalho executado!

Vamos a isso? 🙂

A Lei de Parkinson

Comecemos por clarificar o que é e como a podemos usar a nosso favor.

O trabalho expande-se de forma a preencher o tempo disponível para a sua realização ⏳

Cyril Parkinson

Esta lei foi criada em 1942 pelo escritor britânico Cyril Parkinson e pode ajudar-nos a ser altamente produtivos. Thomas Edison usava este princípio, tal como o faz atualmente Elon Musk.

É uma lei que ilustra o verdadeiro poder da definição de metas, no que diz respeito à realização de tarefas.

Quantas vezes começou uma tarefa e esta lhe tomou o dia todo? Ou várias horas do dia?

Pois é, todos sofremos deste mal!

Se não atribuirmos um tempo previsto para realizarmos uma tarefa, esta irá levar-nos muito mais tempo a realizar do que o necessário. É simplesmente assim que o nosso cérebro funciona 🧠.

E ainda há outra questão!

Mesmo que tentemos estimar quanto tempo algo vai demorar, tendemos a fazê-lo de forma demasiado otimista, imaginando o melhor cenário possível.

Uma dica valiosa é estimarmos o tempo de execução “normal” e depois multiplicarmos esse valor por 1.5x ou 1.3x 💡

Dessa forma, faremos uma previsão mais realista. Contudo, estimar o tempo e definir uma meta não é o suficiente.

Timeboxing

O Timeboxing é a peça que falta para completar esta engrenagem da máxima produtividade.

📝 Não é suficiente apenas listarmos as tarefas, focarmos no mais importante. É também necessário atribuir a essas tarefas um tempo específico para as executar e colocar esse bloco de tempo na nossa agenda.

Imagem das tarefas organizadas na agenda, recorrendo aos princípios do timeboxing e da lei de parkinson
Organização de tarefas na agenda, recorrendo ao timeboxing.

Segundo consta, o Elon Musk faz o seu timeboxing em intervalos de 5 em 5 minutos. Contudo, o comum dos mortais não precisa de chegar a esse nível para se tornar altamente produtivo!

Como usar a Lei de Parkinson – A estratégia de Thomas Edison

O também usar, é uma outra técnica de Thomas Edison e que também é aplicada pelo Elon Musk – que é talvez o CEO mais produtivo deste planeta – e quiçá da galáxia 😁 🛸.

O Elon, como todos sabemos, cria metas de tempo curtas e que por vezes até parecem (ou são) irrealistas. Mas isso leva, inevitavelmente, a que ele e toda a sua equipa tenham uma maior produtividade, devido ao maior foco na execução!

Thomas Edison fazia o mesmo, vindo a público falar de ideias que ainda não tinha prontas.

Se Edison desistisse dessa ideia ou demorasse muito tempo a concretizá-la, a sua reputação estaria em jogo! E através desta “pressão” auto-induzida, a sua mente começava a trabalhar incessantemente para concretizar a ideia.

Agora… O Elon falha os prazos das suas metas? Inúmeras vezes!!!

Mas a verdade é que os projetos aparecem feitos num tempo recorde e as suas empresas estão a transformar o mundo.

Ele usa a lei de Parkinson a seu favor, exatamente como fazia Thomas Edison💡.

A Lei de Parkinson e a Saúde Mental

Em conclusão, não acreditamos que usar a Lei de Parkinson a nosso favor deva implicar o sacrifício da saúde física nem da saúde mental.

Aliás, há alguns dados que apontam para benefícios de produtividade em trabalhar menos do que as 40 horas semanais.

Assim, acreditamos a receita é:

  1. Compreender bem estes conceitos
  2. Começar a testá-los diariamente, aplicando-os à lista de tarefas diária
  3. Encontrar a forma que melhor resulte para si!

Quais são as suas estratégias preferidas de gestão de tempo e de produtividade? 😊

Partilhe connosco nos comentários!

Autor Miguel Murteira

AUTOR

Miguel Murteira

Head of Marketing

Partilhe este artigo:

Escreva um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.