Newoxygen

Fidelização, Relacionamentos e Marketing. O que têm em comum?

Partilhe este artigo:

A fidelização de clientes é o principal objetivo de uma empresa. Mas, o que é de verdade fidelizar?

Podemos dizer que a fidelização é o Santo Graal dos objetivos de marketing e das relações humanas e que todo o processo pode ser pensado como um namoro.

Ficou com curiosidade? Fique connosco!

A importância da Fidelização

Para conseguirmos fidelizar um cliente, e em especial no mundo competitivo de hoje, o serviço que lhe prestamos precisa de ser excelente, bem acima da média! Caso contrário, facilmente nos abandonará…

E no caso das relações humanas, se não as nutrirmos, rapidamente perdemos a ligação e a proximidade com as outras pessoas.

Para se “fidelizar” nas relações é importante ter em mente dois conceitos vitais:

  • Entregar valor
  • Exceder as expectativas

Sempre que entregamos valor e excedemos as expectativas, o aumento da satisfação é inevitável.

Em que por ‘entregar valor’ se entende resolver um problema à outra pessoa, ajudá-la numa tarefa, contribuir para que atinja os seus objetivos, etc.

Nas empresas falamos da qualidade do produto/serviço, da diferenciação na sua entrega, da inovação, do atendimento, da comunicação e de toda a experiência do cliente durante a sua jornada ⭐

Nas relações humanas existe uma jornada semelhante (para não dizer exatamente igual), composta pelas demonstrações de carinho (ou de apreço nas amizades), pelas partilhas e experiências vividas juntos, pelo cuidado que se tem com o outro, pelas surpresas feitas e pela constante nutrição e aprofundamento da relação. 💚

Pense nos seus melhores amigos. Nas pessoas que ama. Nos seus colaboradores. Nos seus colegas de trabalho, nos seus clientes.

Tudo se resume à qualidade das relações humanas!

Marketing é Empatia

Nas empresas pensar marketing é, na prática, treinar a Empatia.

Significa colocarmo-nos nos sapatos do outro e pensar no que vai transformar a sua experiência em algo Único e que satisfaça por completo as suas Dores, Necessidades, Vontades e Aspirações.

Mais uma vez o pensamento é:

  • Como podemos acrescentar valor?
  • Como podemos melhorar a vida dessa pessoa?

É este tipo de mindset e as ações consequentes que levam à melhoria da fidelização.

Nas relações pessoais trata-se do mesmo exercício de empatia, por exemplo com o objetivo de construir uma vida em conjunto, de construir e nutrir uma relação e uma família feliz e saudável, em que todos se entreajudam para se desenvolverem no seu máximo potencial 🚀

O Marketing nas Empresas e nas Relações Humanas

Já fomos falando de como estes três conceitos se relacionam. Mas como uma imagem vale mais que mil palavras 😁, criámos o infográfico que se segue para ilustrar de forma visual a relação entre o funil de marketing, as empresas e as relações humanas 👇🏻

Imagem relacionada com a fidelização e que mostra a comparação das etapas do funil de marketing relacionando-as com a realidade das empresas e com a realidade das relações humanas

São realidades bem semelhantes, verdade?

Se sentir que não está a conseguir fidelizar os seus clientes ou que a qualidade das suas relações pessoais está a piorar, há algumas perguntas que podem ajudar.

Como melhorar a Fidelização na Empresa

  • O que posso fazer para tornar a experiência dos meus clientes mais única?
  • O que posso fazer de diferente para os encantar, para os fazer apaixonar pela nossa marca?
  • Como os posso ajudar a melhorarem as suas vidas através do que faço?
  • Como posso exceder as suas expectativas?

Como melhorar a Fidelização nas Relações Humanas

  • O que posso dizer/fazer ou que experiência posso proporcionar aos meus filhos, à minha esposa, namorada, namorado, ao meu marido, que lhe traga felicidade e realização?
  • Como posso surpreender e exceder as suas expectativas?

É esta a beleza do marketing, porque existe em tudo.

Se observarmos os relacionamentos e usarmos o nosso sentido crítico, conseguiremos ganhar uma perceção mais aprofundada e tomar decisões mais acertadas.

Decisões que podem melhorar exponencialmente a qualidade do nosso negócio, das nossas amizades ou das nossas relações pessoais e familiares.

Benefícios de trabalhar a fidelização nas empresas

Trabalhar a etapa de fidelização nas empresas ajuda a:

  • Melhorar a qualidade geral do serviço
  • Aumentar a satisfação, o ticket médio e o lifetime value (LTV) dos clientes atuais
  • A que esses clientes satisfeitos se tornem defensores da marca (brand advocates)
  • Impulsionar o marketing boca a boca (word of mouth marketing)
  • Baixar o custo por lead e o custo de aquisição (CAC) de novos clientes
  • Melhorar a reputação da marca

Benefícios de trabalhar a fidelização nas relações humanas

“Trabalhar a fidelização” nas relações humanas, tal como nas empresas, dá muito trabalho!

Exige dedicação, tempo e um interesse genuíno no bem-estar das outras pessoas.

Porém, quando o conseguimos, a qualidade do nosso peer group e das nossas amizades aumenta exponencialmente e sentimos também maior realização pessoal.

Uma necessidade humana

Pirâmide das necessidades humanas, baseada no modelo do psicólogo Abraham Maslow
Pirâmide das necessidades humanas, baseada no modelo do psicólogo Abraham Maslow

Apesar do distanciamento que todos vivemos durante a pandemia e da evolução tecnológica nos tornar mais “desligados”, o ser humano é um ser social que necessita e beneficia de um círculo de relacionamentos saudável e progressista, que estimule o seu progresso e o dos seus pares.

Nunca foi tão importante a humanização. Não apenas a humanização das marcas, mas também o recuperar da nossa própria ligação e interesse geuníno para com as outras pessoas. Fica a reflexão!

Já alguma vez tinha pensado no marketing e na fidelização sob esta perspetiva das relações? Partilhe os seus insights connosco nos comentários!

Até breve!

Autor Miguel Murteira

AUTOR

Miguel Murteira

Head of Marketing

Partilhe este artigo:

Escreva um Comentário

O seu endereço de email não será publicado.